Esta sou eu...ás vezes perdida...ás vezes distraida,vagueando pelo mundo mas sempre no mesmo lugar...Esta sou eu, e este é o ...o meu outro lado...

31
Jan 07

Pois é está aí mais um polémico referendo... o Aborto ou interrupção voluntaria da Gravidez, que  vai dar exactamente ao mesmo.

Bem, este tema já foi debatido e mais que debatido... que até me custa arranjar prós e contras...

Já andei dividida, entre as opiniões, sim   porque o bom senso manda, colocar-nos no lugar dos outros para perceber melhor as opiniões. E foi o que estive a tentar compreender... No inicio achava ( e talvez seja ainda esta a minha opinião) que isto não era um tema para ser debatido pelos politicos e muito menos para ir a votos... porque no fundo isto é um tema que a cada um diz respeito...cada pessoa é que tem de ter a consciência daquilo que faz  e das decisões a tomar na sua vida...penso que tudo se tornaria mais fácil se cada pessoa que pensa em fazer um aborto, se lembrasse que um dia pode nunca mais vir a ter filhos, pode perder para sempre a sensação de ser mãe/pai, e que as decisões nao são tomadas quando o teste dá positivo....

Agora, que está a ler isto, certamente dirá que existem, motivos que levam as pessoas a pensar no Aborto como solução...Dir-me-ão:

  • Violações;
  • Má formação do Feto;
  • Pouca idade/maturidade da mãe;
  • risco de morte da mãe e do filho

Pois é sei que são motivos que dão que pensar, mas julgo que a Morte não será solução nunca a nao ser  no ultimo caso.... pois assim poderá poupar-se um vida!!!

Vem aí mais um referendo, e mais uma vez  os portugueses ficarão divididos sem saber em que votar... penso que é uma questão simples, eticamente matar é proibido, religiosamente,é castigo cometer homicidio, entao e matar um pouco de nós nao será também pecado?!

São tantas as Associaçoes criadas em nome do "Sim" e do "Não"...não pretendo mudar a opiniao de ninguem, pois ter ou não um filho é uma questão pessoal e deveria ser como as senhas das contas bancárias um direito Intransmissivel... no entanto ainda somos um país tão complicado que temos que por esta decisão nas mãos de politicos e anónimos...e que vença o melhor!!!! Pois só obedeceremos quando houver uma lei que determine o que é certo...até parece que não são cometidos outros crimes em Portugal para ir a debate e posteriormente a referendo... Parece mentira que seja preciso este tema ir   uma vez mais a debate.

publicado por perdida às 14:39

04
Jan 07

Olá!!!! Pois é... andei desaparecida...ou se calhar perdida!!! mas agora voltei, a Tibéu andou a pedir novidades, ameaçaram -me com protestos...lol... mas eu voltei

Hoje, trago-vos um artigo que achei muito interessante:

Brincadeiras e Brinquedos

Certamente algum de vós, em criança, desejou brincar com algo que não lhe era apropriado porque seriam brinquedos para meninas ou para meninos...

Pois é, eu passei por isso, sempre gostei de brincar com carros... mas meuspais achavam que eram brinquedos para meninos!!!

Hoje, ao vasculhar o grande baú que é a net, encontrei um artigo que  mencionava exactamente isso.

É nas  brincadeiras que as crianças ganham confiança e aprendem, o certo e o errado... aprendem com os erros e/ou com os êxitos. Mas escolha dos brinquedos/brincadeiras é toldada, por preconceitos, pois os pais sem se aperceberem ao escolher a cor do quarto, e dos primeiros brinquedos, estão a definir os gostos das crianças... deixando por vezes aquilo que a criança poderia gostar fora do seu alcance, pois desta forma estão a separar os meninos e as meninas!!

 A verdade é que é mais compreensivel para a sociedade, ver uma menina a brincar com um carro do que um menino a empurrar um carro com nenucos... no entanto as crianças desde sempre que nas suas brincadeiras tentam imitar os seus semelhantes mais proximos que  são geralmente os pais, e uma vez que a sociedade tem vindo a alterar-se relativamente aos comportamentos de cada um, é mais facil ver agora um pai tratar do filho, do que  há 20 e 30 anos atrás, no entanto é este o exemplo que as crianças seguem, e vão evoluindo da mesma forma, pois torna-se complicado uma criança perceber poque o pai pode mudar a fralda ao mano mais novo e  ele não,aquando das suas brincadeiras...

Existe uma serie de diferenças nos cuidados que uma mae e  um pai tem para com a criança... pois se pedirem para um  homem vestir uma criança este limita-se a vestir a primeira roupa que aparecer, já a mulher, terá em atenção todos os promenores e acessorios.

Agora em jeito de conclusão, e tal como  estava no artigo que passo a citar:"Como tal, cabe aos seus modelos, facilitarem-lhe todos os instrumentos para que aprendam. Antes de classificar o comportamento como "pouco próprio de um menino" ou de "uma menina", observe-os. "

Fonte: Sapo_ area do bébé

Fiquem bem


 

publicado por perdida às 01:43
música: Don't speak - No Doubt

Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
MAD WORLD
width="180" height="180">
blogs SAPO