Esta sou eu...ás vezes perdida...ás vezes distraida,vagueando pelo mundo mas sempre no mesmo lugar...Esta sou eu, e este é o ...o meu outro lado...

30
Jul 06

Hoje li um artigo, sobre mães de substituição ou barrigas de aluguer, e fiquei surpreendida com os numeros...Em Portugal muitos casais recorrem a esta alternativa, cerca de 10 casais, por ano  viaja pra os EUA (clinica b-comig) para realizar o sonho de ter um filho.Este sonho não pode ser realizado em Portugal, visto que em Portugal esta alternativa choca com a lei portuguesa.

artigo 8.º: "São nulos os negócios jurídicos, gratuitos ou onerosos, de maternidade de substituição." e

 "A mulher que suportar uma gravidez de substituição de outrem é havida, para todos os efeitos legais, como a mãe da criança que vier a nascer.(Lei n.º32/2006, de 26 de Julho, sobre a procriação medicamente assistida (PMA))".

O processo poderia ser considerado uma mera encomenda uma vez que o site disponibilizado pela clinica permite que os futuros pais, conheçam as caracteristicas, como idade, etnia, grupo sanguineo, religião, peso , altura, entre outras da mãe de substituição á distância de um "click".

A maioria das mulheres tem entre 25 e 35 anos e tem de ter um filho, é a condição imposta.

Este processo é moroso e sai caro, pois o casal terá que ir pelo menos 3 vezes aos EUA  e paga cerca 67 mil euros, estão incluídas aí, despesas das viagens, taxas da clinica, medicação, entre outras.

Este processo inicia-se no país de origem, onde os futuros pais, fazem exames e decidem o perfil da mãe de substituição, os hábitos, etc...demora mais ou menos 10 dias a encontrar a pessoa certa.

Enfim, eu pergunto-me se valerá a pena todo este esforço...pois existem tantas crianças á espera de alguém que as possa amar...vivem em instituições, privadas de amor e de um lar, enquanto que há pessoas a gastar dinheiro dessa forma para terem um filho...só por terem o mesmo sangue??!!!Os filhos devem ser do coração não de sangue!!!

Também acredito que a nossa Lei em relação á adopção não ajuda em nada...mas enfim, parece-me que seria uma opção mais sensata e com resultados mais positivos..porque no fundo enquanto os outros paises enriquecem, as crianças do nosso morrem á fome...sem ninguém!!

 Fonte: DN Online

publicado por perdida às 01:16
sinto-me: confusa
música: Imagine-jonh Lennon

Miga Vi a tua critica e concordo contigo! Pois será que essas pessoas gostam mesmo de crianças? Conheci uma mulher que foi criada num orfanato, já é casada mas sente ainda a falta de apoio da família. Claro que deve sentir falta, nunca soube quem era os pais, nem os irmãos. Se tivesse uma família adoptiva, já não sentia tanto a falta de apoio família. Conheço outro caso de um casal que sempre tiverem o sonho de ter uma menina. Mas tiverem sempre meninos. Penso que 5 filhos, aí notarem que se enchiam de filhos e nada de meninas. Como o amor e o gosto era tanto, adoptarem uma menina! Afinal para amar uma criança precisa de ser do nosso sangue? Que eu saiba por vezes os do nosso sangue, a que nos magoa mais. Bem termino com um beijinho e continua em frente! O verdadeiro amor não tem sangue a escolher. ((A))
Anónimo a 30 de Julho de 2006 às 15:17

ops esqueci de colocar meu mome! bjnhos
Carmélia a 30 de Julho de 2006 às 15:19

Olá, eu compreendo estes casais, infelizmente no nosso país, o processo de adopção é muito lento.
Em média um casal espera 5 anos para ter uma criança.
Começar a criar uma criança com 5/6 anos já é muito complicado, já tem muitos vícios .
Provavelmente já tem filhos e não sabe a dor e a desilusão daqueles casais que não os têm.
Não critique estes casais estou a fazer aquilo que podem pelo sonho de ter um filho....
rafaela27 a 30 de Julho de 2006 às 18:57

Bem essa eu tenho ke dar opina como é obvio.
É assim as coisas comecem logo pelo governo Portugues,em ke o processo de adopção leva uma media de 5 a 6 anos,tal como o outro colega aki dix e muito bem dito.
Fazendo isso custa dinheiro mas,nao leva tanto tempo como uma adopção em Portugal.
A kem competia ke isso termina-se era o proprio Governo Portugues.
Ao mudar a leia ke tá em vigor pra os processos de adopção.
No meu ponto de vista e se tivesse dinheiro sem duvida ke faria o ke os outros casais fazem,nao por uma kestao de sangue,mas por uma kestao de tempo.
Resumindo concordo e discordo ao memo tempo.50/50.JM;)
João Mota a 31 de Julho de 2006 às 04:08

Parabens Amiga por este tema ,nele já dizes tudo so restando comentar o seguinte : com tanta criança a morrer de fome e se o processo de adopção é lento isso não é desculpa pois quem se dá ao luxo de tal coisa fazer tambem não é facil e ate muito mais moroso e dispendioso para mim não passa de um capricho mas...parabéns e que sejam felizes
Um Abraço do dreed
bluelino a 2 de Agosto de 2006 às 20:11

Mães e barrigas de aluguer, faz-me muita confusão , como há alguém que consegue ter um filhote dentro do seu ventre para fazer negócio !!!!!!!
nEM GOSTO DE PENSAR
Tenho dois e adoro-os.
Bj e bom fim de semana
TiBéu ( Isa) a 12 de Agosto de 2006 às 21:00

Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
MAD WORLD
width="180" height="180">
blogs SAPO