Esta sou eu...ás vezes perdida...ás vezes distraida,vagueando pelo mundo mas sempre no mesmo lugar...Esta sou eu, e este é o ...o meu outro lado...

23
Jul 07

Ando já à algum tempo para escrever, mas não ter net em casa é muito mau para deixar-me levar pela minha inspiração e refelectir sobre o que se vai passando no mundo... pois é fiquei bastante supreendida com umas noticias que tem saido...ora vejam:

 

  • Os 10 mandamentos do condutor:

 

1) Não matarás
2) A estrada seja para ti um instrumento de ligação entre as pessoas, não de morte
3) Cortesia, correção e prudência para te ajudar a superar os imprevistos
4) Ajudar o próximo, principalmente se for vítima de um acidente
5) Que o automóvel não seja um lugar de dominação e nem lugar de pecado
6) Convencer os jovens sem licença a não dirigir
7) Dar apoio às famílias que tenham parentes vítimas em acidentes
8) Reúna-se com a vítima com o motorista agressor em um momento oportuno para que possa viver a experiência libertadora do perdão
9) Proteger o mais vulnerável
10) Você é o responsável pelos outros  

 

Será que o Vaticano se lembrou disso porque eu tirei a carta á pouco tempo????

 

  • Politicas de natalidade

Eu sinceramente ainda não percebi o que se passará com Portugal e com os portugueses, priuncipalmente com os politicos...

Cá para mim andam a inventar problemas para depois não ficarem sem problemas...porque um país sem problemas não vale muito...

Mas Portugal tem problemas... não tenho a certeza se são nas áreas que se anda a tratar...

Ora bem, 11 de Fevereiro de 2007 - Refendo sobre o Aborto, o qual venceu o sim... ok, os cidadãos passarm por um momento de loucura. Até que se percebe, da maneira que o país anda.

Cinco meses depois desta decisão inconsciente, vem os representantes politicos dizer que afinal não têm dinheiro para colmatar as despesas que isto acarreta. Isto já é absurdo o suficiente, mas pior é quando se lembram de implementar politicas para fazer face á baixa natalidade .Afinal qual é a lógica disso ?!

Pagam-nos para “matar” e pagam-nos para “ter” filhos????

Afinal o país não deve estar tão pobre como se diz… se assim não fosse qual a lógica de usar o argumento “condições para criar um filho”?

Tenho a certeza que cada vez mais ter um filho é muito dispendioso, e até tem lógica nos argumentos utilizados, para quê ter um filho para sofrer sem condições…mas, se se vai dispensar o dinheiro para todo o processo do aborto, ou melhor Interrupção voluntária de gravidez, porque não utilizar esses fundos para as politicas de natalidade, penso que se poupava mais qualquer coisa.

Corrijam-me se estiver errada… mas essas leis andam um pouco baralhadas e com falta de muitas alíneas…

Talvez um pouco de orientação fizesse bem a este país…é que sabem antes de se fazer uma festa tem que se verificar a lista de convidados e se a comida chega… caso contrario é melhor nem haver festa.

Perdoem me o desabafo, temos leis a mais para uma população que não as entende…eu pelo menos perdi-me com tanta lei sem nexo.

 

publicado por perdida às 14:31

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
MAD WORLD
width="180" height="180">
blogs SAPO